Seis Sigma: entenda esse conceito e como funciona

Buscando dar excelência aos processos produtivos internos, as empresas recorrem a várias metodologias, ferramentas e estratégias. Entender o conceito e como funciona os Seis Sigmas, também conhecido como Six Sigma, é uma das formas mais assertivas de possuir uma gestão clara e objetiva, além de entender a situação empresarial.

Seis Sigma: entenda esse conceito e como funciona

Além de operacionalizar a atuação interna de uma forma mais dinâmica e direta, permite corte de custos desnecessários e, assim, aumenta-se o lucro do negócio. Ficou interessado? Então acompanhe abaixo o conceito e como funcionam os Seis Sigmas, aplicando na sua empresa essa ferramenta que já é amplamente utilizada em todo o mundo.

Conceito de Seis Sigmas

Sua origem remete ao sinal gráfico Σ, uma letra do alfabeto grego. A aplicação no mundo corporativo se dá através de uma metodologia estatística e matemática: qual é o esforço da empresa para utilizar esforços excedentes na sua relação com o cliente e nas rotinas internas, além daqueles que já seriam aplicados?

Em outras palavras: os Seis Sigmas buscam achar os melhores métodos para satisfazer o cliente com o menor esforço e recursos necessários, eliminando a porcentagem de erros e tendo ações mais assertivas. Tudo através de uma estratégia gerencial que visa identificar todos os pontos que citamos, desenvolvendo um trabalho direcionado.

Isso permite que os Seis Sigmas seja um conceito estatístico no ramo empresarial: é possível calcular o nível de cada nível através de resoluções matemáticas. Também compreende uma escala: do 1-sigma, quando há muitos problemas e defeitos gerando prejuízos pela falta de qualidade na venda; até o 6-sigma, onde a empresa é muito eficaz, quase perfeita, nesses processos.

Como funciona os Seis Sigmas?

Na sequência, precisamos entender como ele funciona na prática dentro de uma empresa. Aqui, podemos elencar as cinco etapas comuns a qualquer estratégia de Seis Sigmas – vinculadas ao DMAIC que significa Definir, Mensurar, Analisar, Incrementar e Controlar:

– Definir é traçar os objetivos, dentro da estratégia, que se deseja alcançar;

– Mensurar é conhecer como está a situação atual da empresa, reconhecendo dados, métricas e informações que já são presentes nas atuais rotinas internas;

– Analisar é compreender quais são os métodos empregados atualmente em relação ao que se deseja chegar através de uma perspectiva qualitativa dos dados empresariais;

– Incrementar é como achar novas soluções – e não mudar todo o panorama – para que os processos tenham a excelência necessária;

– Controlar é estabelecer que os objetivos e metas fossem cumpridos de forma orgânica e escalável, ou seja, mantendo os bons resultados.

Assim, os Seis Sigmas é uma ferramenta que será completa, ‘amarrando as duas pontas’: o planejamento até a manutenção das estratégias que possibilitaram a melhoria dos processos internos. Tudo deve passar por uma análise minuciosa dos aspectos estatísticos, pois sem eles fica difícil encontrar as lacunas.

Características

Os Seis Sigmas busca reduzir os custos, otimizar os processos internos e dar excelência ao atendimento do cliente. É uma ferramenta indispensável para quem deseja ter um diferencial competitivo – visto que a metodologia é aplicada por gigantes dos mais variados setores. Para isso é preciso que haja a execução do projeto de acordo com a projeção em longo prazo.

Como se trata de uma escala estatística, o sigma-1, por exemplo, aponta que em apenas três vezes de dez (30,85%), a qualidade das suas ações estará em conformidade. Dessa forma, os Seis Sigmas não apenas é uma opção, mas uma necessidade para ser um case de sucesso na gestão estratégica do seu negócio.

Conhecendo o conceito e como funcionam os Seis Sigmas acessem nossos serviços ou entre em contato conosco, buscando aplicar métodos e esclarecer dúvidas no ramo gerencial, estratégico, planejamento e de inovação.

Top